22 de dezembro de 2010

Abrace manifesta preocupação com extensão da RGR

A Associação Brasileira de Grandes Consumidores Industriais de Energia e de Consumidores Livres manifestou-se contrária à extensão da vigência da Reserva Global de Reversão, encargo previsto para deixar de vigorar este ano. Segundo a Abrace, caso venha a acontecer, o setor perderá oportunidade de se reverter "parte da explosão dos custos da energia para os consumidores".

"A indústria vê com muita preocupação as informações que circulam hoje [21 de dezembro] em Brasília que dão conta de que estaria sendo preparada uma proposta de medida provisória para prorrogar a cobrança da Reserva Global de Reversão (RGR)", afirma em nota o presidente executivo da Abrace, Paulo Pedrosa. A RGR, destaca, foi criada para reversão de ativos que estão no fim do prazo de concessão.

Tais recursos, de acordo com estimativas de mercado, totalizariam R$ 7,5 bilhões, sendo que o montante utilizado - em outros fins - seria da ordem de R$ 9 bilhões. "“Confiamos que essas notícias não refletem o posicionamento do novo governo, até porque destoam do que foi demonstrado na campanha em termos de modicidade tarifária e preocupações com a competitividade do país", destaca.

Fonte: Canal Energia

Nenhum comentário:

Postar um comentário